E se minha corretora quebrar?

Se a corretora que você investe quebrar, você pode transferir a custódia de suas ações, FIIs e Títulos do Tesouro Direto para outra corretora.

Mas e o dinheiro que ficou parado na corretora que quebrou? Eu perco tudo?

Existe um instrumento denominado MRP – Mecanismo de Ressarcimento de Prejuízos instituído pela B3 (antiga BMF&BOVESPA) que “assegura aos investidores o ressarcimento de até R$ 120 mil por prejuízos causados pela ação ou omissão de Participantes de mercado, tanto no que diz respeito aos negócios realizados em mercados de bolsa, como no que diz respeito aos serviços de custódia. O mecanismo cobre, ainda, prejuízos decorrentes de intervenção ou liquidação extrajudicial da instituição.

Os investidores que se sentirem lesados pela corretora, distribuidora ou banco que administra seus investimentos podem apresentar seu pedido de ressarcimento para análise e julgamento pela BSM, entidade responsável pela administração do MRP.”

Retirado de http://www.bsm-autorregulacao.com.br/ressarcimento-de-prejuizos/como-funciona

Portanto, fique tranquilo que o seu dinheiro não irá sumir. Alguém aqui já passou por essa infeliz situação?Recentemente, os clientes da corretora Gradual passaram por uma situação de liquidação extrajudicial e tiveram que acionar o MRP. Veja no link a seguir o passo a passo http://www.bmfbovespa.com.br/pt_br/noticias/mecanismo-de-ressarcimento-de-prejuizos-mrp.htm

Recomendo aos meus leitores sempre acompanhar o balanço de sua corretora no site https://bancodata.com.br/ para verificar como anda a saúde financeira da instituição financeira. Caso ela tenha prejuízos sucessivos, ou tenha um Índice de Basileia demasiadamente baixo, recomendo a troca de corretora.

Portanto, nunca deixe muito capital parado na conta de sua corretora e sempre monitore a saúde financeira dela.

É isso aí! Um abraço a todos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

One thought on “E se minha corretora quebrar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.